quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Oito Páginas de... Bibliografia.


Oito páginas. Despretensiosas, não tornam ninguém conhecedor ou especialista, mas permitem que possamos interagir adequadamente com o assunto. Quem nunca pegou, numa banca de jornal, aqueles resumões de matérias diversas? São esclarecedores para um leigo, assim como despertam naquele que pesquisa o desejo de ir um pouco mais a fundo. 
Durante os doze meses do ano, sempre no dia 8, teremos um texto elucidativo de algum tema da nossa prática. Evidentemente, ao final dos doze meses o plano é ter muito mais material do que ofereço agora, ou seja, essa blogagem é notadamente incompleta.
Tenho certeza de que a completaremos o melhor possível juntos. Em nossas tão tradicionais Conversas Cartomânticas. Aguardo suas considerações e feedbacks.
Abraços a todos e boa leitura.


terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Travesti!

I
[de catorze vestidos no armário]



Porque ele era ela, e ela era ele. E eles não deviam nada para ninguém.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Down... load.

I
[de XII horas vezes dia e noite que o dia tem.]



6:00
Não dormiu. O download não terminou. Internet lenta. Dez mega. Inúteis.

7:00
Celular desperta. Nem olha. Desliga. 
Não precisa despertar. Não dormiu.

8:00
Fecha a fresta do black-out. Luz demais distrai.

9:00
Toma o resto de café gelado na caneca. O que é aquilo? Era uma mosca no fundo?

10:00
Maldito download. Não termina.

11:00
Redes sociais. Precisa atualizá-las. 

12:00
Instagram. Fotos do quarto. Pontos estratégicos, devidamente preparados para tal. Muitos filtros. Muitos, mesmo.

13:00
Comer. Mas... Não. Melhor não.

14:00
Facebook. Haters gonna hate. Não são inteligentes o suficiente.
O cesto de lixo recende o fedor de excrementos.

15:00
Celular toca. Mãe. Não atende. Não entende.

16:00
Cinco dias. Quem diria, esse jogo está tão bom! É o melhor. 
Download talvez não termine por isso.



17:00
Cores se espalham pelo quarto. Não está certo, está escuro.

18:00
Silêncio. Dizem que é a hora do Angelus. 


[Epílogo: dias depois, 6:00]



O Sol nascera lindo. 
Não viu.
O féretro seguirá para o cemitério municipal as 9:00.